Year in Review: Expert Voices: Cristina Mendonca

In this post, C40's Rio de Janeiro city director Cristina Mendonca, shares her thoughts about how tackling climate change challenges at the city level yields tangible results -- and can reveal new opportunities. This post originally ran on June 22, 2011.

Is climate change a fight or an opportunity? Our ability to address the issue may rest in our perception of the problem, says Cristina Mendonca, our City Director in Rio de Janeiro. Rio is a C40 city and host of next year’s Rio+20 United Nations Conference on Sustainable Development. A chemical engineer with longtime experience in the energy sector, Cristina joined our organization in 2007.

“It is human nature to feel powerless when confronted by a challenge that is truly global and encompasses nearly every aspect of our lives and economy. But if we are to move from inaction to action, we must first acknowledge that we as individuals are responsible – and we must also imagine that change is possible. This recognition process is very powerful.

My work with the city of Rio de Janeiro has inspired a change in the way I see things. Through concrete actions, guided by the leadership of my city, I have come to feel empowered to make a difference. Working side-by-side with the city government, we are turning our vision for a low carbon way of life into reality.

Our first steps were small. In the end of 2007 we initiated a project in partnership with the Traffic Engineering Company which resulted in the installation of 2,349 new LED modules in 2009. But, project by project, we are transforming our infrastructure to be energy-efficient. In each project, I bring together stakeholders to implement every phase, asking: which technical resources can I bring? And which financial resources can I help to source? Which additional partners can support the project? What are the project risks and how can we minimize them? How can we expedite action?

Now, we are taking bolder steps – and seeing greater impact. The LED traffic light project has expanded significantly: around 28,000 LED modules will be installed by 2012, representing 50 percent of the city’s traffic lights. The project will be case studied in an article to be presented at a national congress, to disseminate the knowledge to other cities. To optimize project results, we are providing solutions that integrate sectors, for example, transportation and waste management. At the same time, we are engaging the private sector where possible toward the creation of a low carbon economy. Our project portfolio in Rio now spans four program areas: outdoor lighting, transportation, solid-waste management to large-scale urban development.

Our mantra at C40  as it relates to cities is that we are taking action locally to have an impact globally.  The same can be said for individuals. When we confront the problem of climate change at the individual level, we begin to understand that we can solve it -- if we decide to act.”

*************

As mudanças climáticas são uma batalha ou uma oportunidade? Nossa capacidade de lidar com a questão pode estar na nossa percepção do problema, responde Cristina Mendonça, Diretora da Clinton Climate Initiative para a Cidade do Rio de Janeiro, uma cidade da C40 que irá sediar no próximo ano a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável. Engenheira química com longa experiência no setor de energia, Cristina iniciou na CCI/ C40 em 2007.

“É da natureza humana se sentir impotente quando confrontada com um desafio que é verdadeiramente global e abrange quase todos os aspectos de nossas vidas e economia. Mas se quisermos sair da inércia para a ação, devemos primeiro reconhecer que nós, como indivíduos somos responsáveis ??- e também devemos imaginar que a mudança é possível. Este processo de reconhecimento é muito poderoso.
 
Meu trabalho na cidade do Rio como City Director da C40/CCI inspirou uma mudança na maneira como vejo as coisas. Através de ações concretas, orientada pela liderança da minha cidade, tenho me sentido habilitada, com poder de fazer a diferença. Trabalhando lado a lado com o governo da cidade, estamos transformando nossa visão de um modo de vida de baixo carbono em realidade.

Nossos primeiros passos foram pequenos. No final de 2007 iniciamos um projeto em parceria com a Companhia de Engenharia de Tráfego, que resultou na instalação de 2.349 novos módulos de LED em 2009. Mas, projeto a projeto, estamos transformando nossa infra-estrutura para ser energeticamente mais eficiente. Em cada projeto, eu reuno os diversos stakeholders ??para implementar cada uma das fases, e me pergunto: quais os recursos técnicos que posso agregar? E que os recursos financeiros posso ajudar a obter? Que outros parceiros podem apoiar o projeto? Quais são os riscos do projeto e como podemos minimizá-los? Como podemos acelerar a implementação?

Agora, estamos dando passos mais ousados ??- e tendo maior impacto. O projeto de LED em sinais de trânsito (50% concluído em 2012) será apresentado como um  estudo de caso em um congresso nacional para ajudar a disseminar o conhecimento para outras cidades. Para otimizar seus resultados, estamos oferecendo solução integral, combinando áreas de distintos programas como transporte e gestão de resíduos. Ao mesmo tempo estamos mobilizando o setor privado, onde possível,  na direção da em quatro áreas: iluminação pública, transporte e gestão de resíduos sólidos a projetos de grande escala de desenvolvimento urbano.

Nosso mantra na C40 ao que se refere a cidades é que nós estamos agindo localmente para ter um impacto global. O mesmo pode ser dito a respeito de indivíduos. Quando enfrentamos o problema das mudanças climáticas a este nível, começamos a compreender que podemos resolvê-lo, se decidirmos agir."